O "Kântele" - Sua importância na infância.

O “Kântele”, instrumento musical nacional da Finlândia, consiste de uma caixa acústica fechada, com 7 a 10 cordas. Sua forma é variada e a modalidade de afinação depende do uso a que se destina. Sua origem perde-se no tempo. No conto mitológico finlandês, “Kalewala”, 50 versos coletados no início do século passado – há uma referência ao “Kântele”. O instrumento teria sido construído com ossos de um peixe por um dos três grandes heróis do conto, o cantor mágico “Vaeinemoeinen”.

O som que imitia era de tal beleza que à sua audição o povo chorava sensibilizado. Atualmente, o “Kântele” tornou-se mais difundido, afinado na escala pentatônica e é indicado especialmente para crianças até 9 anos de idade. Utilizado principalmente em terapia musical, nos jardins de infância e nas três primeiras séries das Escolas Waldorf. Em sua afinação pentatônica (ré – mi – sol – La – si, ré – mi – sol – La – si) toda e qualquer improvisação leva a um resultado agradável e bonito, sem necessidade de um estudo prévio de notas. Além disso, o seu som suave e envolvente leva as crianças a se acalmarem. Acrescente-se a isso a maneira apropriada de portar o instrumento e fazê-lo soar. É algo especial, é um gesto acolhedor e envolvente e as cordas não são batidas e nem puxadas, elas são acariciadas. Na Europa, muitas mães usam o “Kântele” para ninarem seus filhos devido às características acima destacadas.

Atualmente, porém, as pessoas que lidam com crianças podem confirmar que muitas crianças já estão com a audição bastante prejudicada por causas variadas: ouvir rádio em demasia, morar em ruas muito movimentadas e ruidosas, etc. Isto se evidencia na observação da brincar da criança que berra imitando carros ruidosos ou destrói tudo com muito barulho. Freqüentemente, essas crianças apresentam dificuldades para conseguir ouvir uma estória ou música suave adequada para sua idade. Para se opor a essa tendência o “Kântele” tem se mostrado como um excelente instrumento. Na “hora da estória”, o professor que toca alguma música neste instrumento, consegue facilmente que as boquinhas se calem e se instale a calma e o silêncio necessário.

Os professores do Jardim de Infância de Wuerzburg (Alemanha) procuram desenvolver nas crianças que deverão se encaminhar para a 1ª série, algumas qualidades necessárias, tais como: ouvir com atenção, concentração e veneração. Com esse intuito, essas crianças, geralmente de 5 a 6 anos de idade, são retiradas por uma hora das classes do jardim. Nesse período, cada criança com o seu “Kântele” aprende a tocar músicas através da imitação do professor. Após algumas aulas, as crianças já conseguem fazer o acompanhamento musical dos teatrinhos e das danças que acontecem no jardim da infância.
Betina Schmidt

Matérias

Rua Mangabeiras 275 - Santo Antônio - Belo Horizonte - MG
cantaro@cantaro.com.br
Telefone: (31) 3344-3236
(31) 3344-3236